26 novembro 2014

Selecionados para a Mostra Oficial do VIII Festival de Teatro Velha Joana



    A "Busca" Cortejo Cênico - Teatro Nó / Nova Olímpia - MT



        Agustino em: “Peixe Grande” - Teatro de Brinquedo / Cuiabá - MT 




            Desutilidade Poética - Cia Porrada / Cuiabá - MT   

                 

                Esses Viajantes e suas Historietas - Cia Arte Negus / SP



                    Rusga - Confraria dos Atores / Cuiabá – MT



                        Seu Bonfim - Território Sirius de Teatro / Salvador - BA

                          VIII Festival de Teatro Velha Joana - OFICINAS



                                     O NÚCLEO DE PESQUISAS TEATRAIS esteve presente no VIII Festival de Teatro Velha Joana, de Primavera do Leste, organizado pela Cia Teatro Faces!
                          Com ações como oficinas, mesas redondas e rodas de discussão, a parceria visa promover a pesquisa cênica no território mato-grossense e fortalecer as iniciativas positivas, como os festivais de teatro protagonizados por grupos do interior do estado. É o caso do Teatro Faces, de Primavera do Leste, que encabeça este evento que já está na 8ª edição, e também a realidade do Teatro Experimental, de Alta Floresta, que também receberá uma etapa do NÚCLEO DE PESQUISAS TEATRAIS no ano que vem.
                          Esta ação conta com o patrocínio do Itaú Cultural, através de seu edital Itaú Novos Rumos, que a Cia Pessoal de Teatro foi selecionada. 

                          OFICINAS
                          As oficinas de teatro que farão parte da edição do NÚCLEO DE PESQUISAS TEATRAIS na Etapa Primavera do leste são práticas, com ênfase na performance. Os oficineiros, ambos professores e pesquisadores de Belo Horizonte (MG), vão propor um novo olhar para a criação no trabalho teatral.





                                      Deu se inicio as gravações dos roteiros do curso Cinema no Mato em dois pólos, tendo assim 11 roteiros sendo gravado por alunos de 14 a 19 anos. Ao termino das gravações e edições dos filmes serão lançados no festival de cinema que será realizado no mês de dezembro na cidade de Primavera do Leste. 





                                               Corra, Pedro, Corra.






                          video






                                        A velha e a Flor











                          video






                                           Como levar o meu avô p´ro céu









                          video








                                    O projeto Cinema no Mato é uma realização de:
                          ·         Instituto Equipav
                          ·         3Apitos
                          ·         Nascentes do Xingu (Aguas de Primavera)
                          ·         Teatro Faces
                          ·         Ponto Cenpro Faces de Cultura
                          ·         Faces Filme
                          ·         Prefeitura Municipal de primavera do leste.
                                  Deu se então inicio ao Projeto “Cinema no Mato” que do qual oferece curso de cinema: Roteiro, Fotografia, Direção de Arte, Interpretação para TV, Direção, Edição e montagem sendo 04 horas teórica e 26 horas prática, Produção, Gravação e lançamento do filme.


                                 O Projeto deu inicio dia 04 de setembro atinge jovens de 14 a 19 anos que tem interesse na área, o curso é oferecido gratuitamente e está acontecendo em dois polos com três turmas distintas.
                          Polo: Uma turma no Cras I, localizado no bairro Primavera III no qual o curso acontece toda Terça e Sexta – Feira das 16 às 18 horas.




                          Polo: Duas turmas no Centro Cultural, localizado na Avenida Brasil, 314, bairro Castelândia II no qual o curso acontece toda Segunda e Quarta – Feira das 18 às 20 horas.


                                                                    Polo: Aos Sábados das 16 às 18 horas.


                          Todos os roteiros estão sendo trabalhado com temas relacionado ao meio ambiente.











                          Professores:



                          Wanderson Lana
                          Ana Paula Dorst
                          Darci Junior
                          Dionathan Pessoni
                          Edilene Rodriguez
                          Kiko Sontak
                          Rafaela Salomão
                          Yuri lima Cabral






                          Matéria por: Dionathan Pessoni







                          02 outubro 2014

                          CRAS I – MABILIA DOS SANTOS FURTADO

                               O Cras I – Mabilia dos Santos Furtado, localizada no bairro Primavera III que faz parte do projeto de teatro do Ponto cenpro faces de Cultura, está a todo vapor na montagem dos espetáculos de teatro. O instrutor Dionathan Pessoni e Darci junior escolheram trabalhar com três espetáculos:


                                Espetáculo AQUELE QUE DIZ SIM/AQUELE QUE DIZ NÃO – BRECHT

                               O espetáculo é dividido em dois atos “Aquele eu diz sim” no qual conta a tragetória de um professor que decide ir na cidade além das montanhas em busca de cura de uma doença que se espalhou pela cidade inteira e o professor ao visitar um aluno descobre que a mãe do mesmo se encontra também doente então o aluno decide ir nessa aventura com o professor em busca de remedios e instruções para essa doença, porém o menino não aguenta a jornada por completa ficando também doente atrapalhando a subida do professor e dos outros alunos que colocam em jogo se o menino fica no caminho deixando o professor e o restante dos alunos seguirem essa viagem.
                          Aquele que diz não” no qual conta a tragetória de um professor que decide ir na cidade além das montanhas em busca de cura de uma doença que se espalhou pela cidade inteira e o professor ao visitar um aluno descobre que a mãe do mesmo se encontra também doente então o aluno decide ir nessa aventura com o professor em busca de remédios e instruções para essa doença, porém o menino não aguenta a jornada por completa ficando também doente atrapalhando a subida do professor e dos outros alunos que colocam em jogo se o menino fica no caminho deixando o professor e o restante dos alunos seguirem essa viagem, porém a resposta do aluno é diferente ao primeiro ato.
                          Esse texto de Brecht é encenado pelos alunos da Turma II da escola de teatro Faces do Polo CRAS I – Mabilia dos Santos furtado do Grupo Satélite de Teatro a maioria de alunos desta turma tem mais de dois anos de teatro, do qual estão se aprofundando nos estudos para com a montagem.




                             Espetáculo OS CIGARRAS E OS FORMIGAS – MARIA CLARA MACHADO


                          Uma romantica história de um modelo “Romeu e Julieta”, Billy Rubina e Julietinha formiga se amam, porém suas familias são rivais não deixando que o fiquem juntos. Porém há Haroldinho um “bom partido” para Julietinha de acordo com os pais da mesma e Haroldinho também gosta de Julietinha, mas Julietinha gosta de Billy que por fim sua irmã gosta de Haroldinho, é uma mistura de amor e comédia bem escrita em todos os detalhes por Maria Clara Machado.

                          Os alunos da turma I que tem entre 07 e 11 anos que faz os divertidos personagens dessa trama, segue a foto abaixo do ensaio:


                                                                        Espetáculo MESMISSE – D.PESSONI

                          O espetáculo mesmice está surgindo através de jogos teatrais incitados pelo diretor. O texto fala de uma jovem que ao perder seu grande amor fecha em seu mundo caindo em uma eterna mesmice não percebendo as coisas do dia-a-dia que acontecem ao seu redor, até se deparar com ele (seu grande amor) novamente. E agora o que fazer?
                          Através dos estudos de Beckett e o teatro do absurdo os alunos do grupo Satélite de Teatro que dos quais são os mais experientes desse polo, em conjunto estão construindo juntamente com o diretor o espetáculo MESMICE, onde os atores propõem a cena e o diretor propõe o jogo. O espetáculo será o resultado de um estudo feito pelos atores.









                          22 setembro 2014

                          Crás Ivone Agnes é Polo de Teatro!

                          12 de setembro de 2014

                                      O Polo da Escola de Teatro Faces no Crás Ivone Agnes surge no segundo semestre de 2014 com interesse da coordenação do projeto em tornar o espaço em polo de teatro, as Instrutoras de Teatro que realizam os trabalhos no projeto, Ana Paula Dorst e Edilene Rodriguez, administram as aulas através dos exercícios presentes de Viola Spolin, seguindo a linha de iniciação teatral com os alunos. As oficinas estão sendo realizadas nas sextas-feiras no período matutino e no período vespertino.
                                      Na aula da turma 1 no período matutino deste dia 12 de setembro os alunos se mostraram muito presentes em todos os exercícios, a professora ensinou algumas músicas para o aquecimento do grupo de alunos que hoje estavam em 15. Em depoimento a professora Ana relata que os alunos acompanham bem o que se foi proposto para a aula.







                          11 setembro 2014

                          Turma Infantil da Escola de Teatro Faces e Cenpro faces de Cultura recebe platéia de Brasília.

                             A turma infantil da Escola de Teatro Faces e Cenpro Faces de Cultura recebeu na sua sede Centro Cultural na ultima terça-feira uma plateia diferente. Os alunos apresentaram uma cena do espetáculo “O Galinho e a Minhoca”, o qual participara do 8º Festival de Teatro Velha Joana em novembro.






                              Aconteceu na ultima terça-feira no Centro Cultural uma apresentação do processo de criação do espetáculo “O Galinho e a Minhoca” da turma infantil da professora Edilene Rodriguez. O espetáculo contou com uma plateia de professores e alunos da UnB-Universidade de Brasília, eles vieram para o Caravanas Cênicas da UnB e aproveitaram para conhecer o Ponto Cenpro Faces de Cultura.
                             O ponto Cenpro Faces de Cultura tem sua sede no Centro Cultural e funciona em mais de sete pontos espalhados pela cidade.  
                             O espetáculo “O Galinho e a Minhoca” conta a historia de um galinho que se apaixona por uma minhoca, porém eles não podem ficar juntos por conta da cadeia alimentar. O pai do galinho quer que ele mate todas as minhocas e o pai da minhoca não quer que ela ande com o galinho. Os dois gostam de ficar olhando as estrelas no céu. Um dia todos vão ser o céu e poderemos escolher amar quem quiser.
                             Logo após a apresentação os professores e alunos da UnB fizeram varias perguntas aos alunos a fim de saber como foi o processo de construção das personagens. Os alunos que tem aproximadamente de 07 a 11 anos ficaram contentes e entusiasmados em poder conversar e trocar com pessoas que estão inseridas no universo da faculdade de Brasília.       E fizeram um convite para no festival assistir o espetáculo pronto.


                            

                          07 fevereiro 2014

                          Início das atividades 2014




                          O Ponto Cenpro Faces de Cultural iniciou oficialmente suas atividades segunda-feira (03/02) e é marcado pela abertura das inscrições para a Escola de Teatro Faces e o lançamento do Edital Licitação Carta-Convite 01/2014, a ser aberto na próxima segunda-feira.
                          O edital possibilitará a aquisição de kit de equipamentos para produção audiovisual, que fortalecerá o projeto de cinema que já vem sendo desenvolvido pelo Ponto de Cultura, em parceria com o Teatro Faces, o "Faces Filmes". Fazem parte dos produtos licitados Câmera Filmadora em AVCHD, kit microfone Boom, Câmera de Ação, Cases, etc.
                          A Escola de Teatro Faces é um dos maiores projetos de teatro do Estado do Mato Grosso, e para fazer a inscrição é preciso ter pelo menos 07 anos de idade, e as aulas ficam divididas em diversos locais de Primavera do Leste, garantindo a descentralização do projeto. Os polos que, a princípio, estão definidos e recebendo inscrições esse ano são:
                          • Centro Cultural
                          • Escola Novo Horizonte
                          • Escola 13 de Maio
                          • CRAS Mabília Furtado
                          • CRAS Ivone 
                          • Espaço Prima Jovem
                          Para mais informações, ligar no (66) 34984949, de segunda a sexta, horário comercial.


                          13 dezembro 2012

                          Encerramento das aulas com apresentação

                          As aulas ministradas pela professora Rafaela Salomão tiveram seu marco final deste ano com a apresentação de um pequeno espetáculo em misto de alunos de duas escolas onde a professora desenvolve seus trabalhos. 


                          A peça se trata da adaptação de uma história "A filha do rei em busca de marido" com elementos da cultura popular resultando em um espetáculo divertido e para todos os públicos.  O trabalho encerrou o ano com muita energia e vontade de fazer mais, porém, teremos que aguardar o próximo ano.


                          Pedreira das Almas

                          Ontem, dia 13, aconteceu a apresentação da turma adulta de teatro. O trabalho apresentado foi um recorte do texto Pedreira das Almas, do dramaturgo Jorge Andrade. Pedreira das Almas retrata o período de esgotamento da exploração aurífera em Minas Gerais, durante a Revolução de 1842.
                          A turma é dirigida pelo diretor e dramaturgo do Teatro Faces, Wanderson Lana. A turma esteve em um trabalho de três meses de duração, o objetivo do projeto é colher atores adultos para trabalhar com o elenco principal do Teatro Faces, consolidando um processo de manutenção de atores. São treze atores que compõem a turma adulta, com faixa etária de 20 a 50 anos.
                          No próximo ano este trabalho deve continuar, contando com a participação de novos alunos, e ofertando trabalhos para os alunos da turma adulta do ano de 2012.


                          04 dezembro 2012

                          Teatro Faces cumpriu agenda pelo interior de MT e conquistou novos públicos


                          Teatro Faces cumpriu agenda pelo interior de MT e conquistou novos públicos

                          Na semana de 22 a 27 de novembro a Cia de Teatro Faces de Primavera do Leste esteve cumprindo mais uma etapa do projeto de Circulação Nacional “O menino e o céu” contemplado pelo edital Prêmio Funarte Myriam Muniz 2011, após circular pelas capitais de 12 estados a turnê agora contempla os municípios do interior de Mato Grosso.

                          A agenda da Cia de Teatro Faces começou na cidade de Chapada dos Guimarães no dia 22 de Novembro, onde aconteceram duas apresentações, com um público de cerca de 500 crianças que acompanharam o menino e seu sonho de voar.

                          No dia 24 de Novembro a Cia desembarcou em Nova Olímpia para mais duas sessões, as apresentações foram marcadas por um público muito carinhoso que ovacionou os atores do Teatro Faces nas duas apresentações que lotaram o Cine Teatro Nova Olímpia. Já no dia 25 de novembro à tarde o espetáculo esteve na cidade de Tangará da Serra e a noite na cidade de Campo Novo dos Parecis no encerramento do Festival Municipal de Teatro daquele município.

                          Além das apresentações, o Teatro Faces promove nas cidades oficinas sobre o processo de montagem de espetáculos e um workshop sobre dramaturgia para infância e juventude.

                          No dia 26 de novembro as apresentações foram na cidade de Comodoro, onde mais uma vez a Cia foi ovacionada e aplaudida de pé pelas pessoas que compareceram no Centro de Eventos do município.

                          Encerrando esta etapa da turnê, “O menino e o céu” esteve na cidade de Pontes e Lacerda, onde se apresentou para uma plateia com cerca de 300 pessoas no dia 27, emocionando e encantando o público local.

                          “Para nós foi uma alegria imensa, é um sentimento de dever cumprido, visto que a Cia tem alcançado uma visibilidade fora do estado, mas não havíamos apresentado nas cidades de Mato Grosso que já ouviram falar do Teatro Faces, ter a oportunidade de levar “O menino e o céu” por essas cidades e conquistar novos públicos para o Teatro nos deixou muito feliz.” - disse a atriz Edilene Rodriguez, que faz a Mãe no espetáculo.

                          A Cia de Teatro Faces não pode deixar de agradecer os parceiros que fazem possível essa Turnê e parte da história da companhia: Governo Federal através do Prêmio Funarte Myriam Muniz, Prefeitura Municipal de Primavera do Leste, Deputado Estadual Zeca Viana, Agrológica Mercantil, Jornal “O Diário”, Portal Clique F5, Imobiliária Cosentino e a todos as Prefeituras e Grupos de Teatro que receberam a Cia em seu município.



                          09 novembro 2012

                          O Menino e o céu da Cia de Teatro Faces circula pelo interior de Mato Grosso




                          A Cia de Teatro Faces depois de cumprir agenda de apresentações por 11 estados brasileiros pelo projeto Amazônia das Artes do SESC e Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz do Governo Federal, começa a partir de novembro mais uma etapa da Turnê Nacional “O menino e o céu” dessa vez pelas cidades do interior de Mato Grosso.
                           “O menino e o céu” conta a história de um menino que vive no agreste nordestino e tem como único amigo um jumentinho; e como maior sonho o desejo de voar para pedir às nuvens que volte a chover. Repreendido por sua mãe que não permitia, de maneira nenhuma, que o Jumentinho bebesse o pouco da água que tinha, o menino sai com seu amigo numa grande jornada em busca do Rio São Francisco, acreditando que no meio do caminho encontrariam um pássaro que os ensinaria a voar.
                          A Cia de Teatro Faces é uma das principais companhias de Teatro do estado de Mato Grosso e começara a partir da segunda quinzena de novembro a apresentar-se nas cidades de Campo Verde; Chapada dos Guimarães; Nova Mutum; Lucas do Rio Verde; Nova Olímpia; Tangara da Serra; Campo Novo dos Parecis; Comodoro; Pontes e Lacerda e Primavera do Leste cidade sede da companhia.
                          Essa turnê pelo interior de Mato Grosso é um projeto da Cia de Teatro Faces aprovado pela FUNARTE (Fundação Nacional das Artes) em 2011 que permitirá que a Cia circule pelo interior do estado, levando a possibilidade de solidificação da democrática arte do Teatro, principalmente no que tange seu desenvolvido não apenas nos grandes centros e sim atingindo um público não convencional propiciando o surgimento de novas plateias.
                          O espetáculo circulou esse ano pelos estados de Tocantins, Amazônia, Amapá, Pará, Acre, Rondônia, Roraima, Piauí, Maranhão,  Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. É previsto ainda para o inicio de dezembro que o espetáculo “O menino e o céu” se apresente nas cidades de Paranatinga e Poxoréu.



                          06 novembro 2012

                          Iluminação do Ponto Cenpro Faces de Cultura é usada pela primeira vez


                          O VI Festival de Teatro Velha Joana além de demonstrar o trabalho realizado pelos polos do Ponto Cenpro Faces de Cultura, também foi marcado pela utilização dos equipamentos de iluminação próprios do Ponto de Cultura.

                          Os equipamentos são de primeira linha e demonstraram o interesse da Cia de Teatro Faces pela profissionalização do Teatro em Mato Grosso, foram adquiridos e utilizados 05 elipsoidais, 08 par 64, 05 PC e 04 canhões Fresnel. Além da mesa de iluminação Smartfader com 48 canais e do Dimmer para 12 canais.
                                      Todo equipamento foi comprado no segundo ano de funcionamento do Ponto Cenpro Faces de Cultura com recursos do Governo Federal.

                           
                           
                           

                          16 outubro 2012

                          VI Festival de Teatro Velha Joana é um sucesso


                          O VI Festival de Teatro Velha Joana realizado no início do mês nas dependências do CTG e em vários pontos do município, mostrou a força do Teatro em Primavera do Leste através de 30 apresentações, sendo 02 convidados de Mato Grosso: Teatro Experimental com “A Santa Joana dos Matadouros” e Cia Teatro Mosaico com “Muito Barulho por nada” e um convidado de Santa Catarina: Aline Maciel E Sig com a contação de histórias “Folcloreando”.
                          Os avaliadores do Festival competitivo foram o Diretor e Ator Jefferson Jarcem do Grupo Tibanaré de Cuiabá e o Ator do Teatro experimental Anderson Flores.
                          O festival é realizado pela Prefeitura Municipal de Primavera do Leste, através da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer e Coordenadoria de Cultura. A Produção ficou para o Ponto Cenpro Faces de Cultura e o Teatro Faces.
                          Agradecemos a todas as instituições culturais e de ensino que fizeram desse o maior festivais em número de apresentações e público de Mato Grosso.
                          Segue lista dos vencedores:

                          Categoria Infantil I
                          Melhor Revelação para Carlos Tourão por O Casamento de Dona Baratinha;
                          Melhor Atriz Revelação para Ana Clara por A velha a Fiar;
                          Melhor iluminação para Chapéuzinho Vermelho;
                          Melhor Sonoplastia ou Música Cênica para A Velha a Fiar;
                          Melhor Cenário para Chapéuzinho Vermelho;
                          Melhor Maquiagem para A festa no céu;
                          Melhor Figurino para O Casamento de Dona Baratinha;
                          Melhor Ator Coadjuvante para Lucas por Dom Ratão por O Casamento de Dona Baratinha;
                          Melhor Atriz Coadjuvante para Maria Eduarda por Ratinha Invejosa de O Casamento de Dona Baratinha;
                          Melhor Ator para Gabriel por Sapo de A festa no céu;
                          Melhor Atriz para Lívia por Chapéuzinho Vermelho por Chapéuzinho Vermelho;
                          Melhor Texto Adaptado por Chapéuzinho Vermelho;
                          Melhor Direção para Patrícia Guimarães por O Casamento de Dona Baratinha;
                          Terceiro Melhor Espetáculo para A Festa no Céu da EMEI Parma I;
                          Segundo Melhor Espetáculo para Chapéuzinho Vermelho da EMEI Mundo Encantado;
                          Primeiro Melhor Espetáculo para O Casamento de Dona Baratinha da EMEI Sonho de Criança;
                          Apresentação do espetáculo "O casamento da D. Baratinha"
                          Premiação Melhor Espetáculo Cat, Inf. I "O casamento da D. Baratinha"
                           Categoria Infantil II
                          Melhor Ator Revelação para Bruno Baroni por Rei e Rico de Conto um Conto;
                          Melhor Atriz Revelação para Bruna Kamayura por Bezerra de Ploc, a borboleta mais linda que eu já vi;
                          Melhor Iluminação para Ploc, a borboleta mais linda que eu já vi;
                          Melhor Sonoplastia ou Música para Vem que te Conto;
                          Melhor Cenário para Histórias de Lenços e Ventos;
                          Melhor Maquiagem para História de Lenços e Ventos;
                          Melhor Figurino para Vem que te Conto;
                          Melhor ator Coadjuvante para Erisvon Vilela por Pai de A canção de Tereza;
                          Melhor atriz Coadjuvante para Patrícia Cristina por Coringa por Vem que te Conto;
                          Melhor Ator para Paulo da Silva por Rei Metal Mau por Histórias de lenços e ventos;
                          Melhor Atriz para Gabrielle por Contadora de Histórias por Conto um Conto;
                          Melhor Texto Adaptado para Yuri Lima Cabral por Vem que te Conto;
                          Melhor Direção para Yuri Lima Cabral por Vem que te Conto;
                          Terceiro Melhor Espetáculo para Conto um Conto da Escola Municipal Nívea Denardi;
                          Segundo Melhor Espetáculo para Histórias de Lenços e Ventos do Grupo Si da Escola Mauro W. Weis;
                          Primeiro Melhor Espetáculo para Vem que te Conto da Turma III do Centro Cultural;
                          Apresentação do espetáculo "Vem que te conto"

                          Melhor Espetáculo Cat. Infantil II "Vem que te conto"
                           Categoria Juvenil/Adulto
                          Melhor Ator Revelação para José Marques por Filhote de Elefante de Filhote de Elefante;
                          Melhor Atriz Revelação para Chauany Gabrielly por De Repente o Trânsito;
                          Melhor Iluminação para Zona Contaminada;
                          Melhor Sonoplastia ou Música para Retirantes;
                          Melhor Cenário para Zona Contaminada;
                          Melhor Maquiagem para Retirantes;
                          Melhor Figurino para Zona Contaminada;
                          Melhor Ator Coadjuvante para Joaquim Neto por Nostálgico de Zona Contaminada;
                          Melhor Atriz Coadjuvante para Tawana Machado por Teté de De Repente o Trânsito;
                          Melhor Ator para Pablo Pineto por Tião de De Repente o Trânsito;
                          Melhor Atriz para Daniela Peruzollo por Zona Contaminada;
                          Melhor Direção para Luiz Antônio Freitas por Zona Contaminada;
                          Terceiro Melhor Espetáculo para De Repente o Trânsito do Grupo Talentos da Escola Nossa Senhora Aparecida;
                          Segundo Melhor Espetáculo para Retirantes do Grupo Nós no Espaço do Espaço Prima Jovem;
                          Primeiro Melhor Espetáculo para Zona Contaminada da Turma IV do Centro Cultural;
                          Premiação "Melhor Espetáculo Cat. Juvenil/Adulto "Zona Contaminada"

                          Apresentação do Espetáculo "Zona Contaminada"



                           

                          (c)2009 Ponto CENPRO Faces de Cultura. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger