02 agosto 2016

INSCRIÇÕES ABERTAS para o 2° Semestre


Estão abertas as inscrições para o 2° semestre das aulas de Teatro!


As inscrições para as aulas de Teatro através do Núcleo Municipal de Teatro teve inicio nesta segunda-feira, dia 01 de agosto.  As aulas acontecerão em até duas vezes na semana, com turmas para estudantes, no contra turno, e para adultos e jovens que trabalham aos sábados.
O Núcleo Municipal de Teatro/Escola de Teatro Faces esta sediado no Centro Cultural, com polos distribuídos por toda cidade, com o objetivo de atender a diversidade do público primaverense. O projeto conta com um histórico de seis anos dentro do município, tem parceria do Governo Federal através do projeto Ponto de Cultura, e é realizado através de um convenio feito entre a Prefeitura Municipal de Primavera do Leste com a Companhia Teatro Faces, grupo que vem desenvolvendo e enaltecendo o trabalho teatral dentro do Município de Primavera do Leste.
As aulas de teatro tem cunho social e profissionalizante, desenvolvendo um trabalho em parceria com as instituições de ensino. As aulas são pensadas visando o trabalho com o aluno, buscando métodos para fomentar a identidade e valorização cultural de cada indivíduo dentro da sociedade. Para os alunos que buscam uma oportunidade profissional, a escola seleciona todos os anos alunos que se destacam dentro do projeto, para compor o núcleo base do Teatro Municipal.
Frisamos que as inscrições teve inicio nesta segunda-feira (01 de agosto), o processo será feito no prédio do Centro Cultural, Avenida Brasil número 314 – Bairro Castelândia. Telefone de contato é o (66) 3498-4949.

O Núcleo municipal de Teatro é um Projeto da Prefeitura Municipal de Primavera do Leste através de sua Secretaria de Cultura, Lazer, Turismo e Juventude. 



01 agosto 2016

Participação no FETRAN 2016 – Etapa Estadual



Resultado final da etapa estadual 

         Este ano mais uma vez a Escola de Teatro Faces participou ativamente do projeto desenvolvido pela PRF do estado, o Festival de Teatro Estudantil Teatro Para o Trânsito – FETRAN. Levando nossos alunos até a capital do estado, Cuiabá, onde ficaram uma semana envolvidos pelo Festival, assistindo, aprendendo e conscientizando com seus espetáculos.
A Escola de Teatro Faces levou os seguintes espetáculos: O Caixeiro Viajante, A Bruxa, Lenga, Lenga nos Ataiar, Oito Passos e Duas Rodas e Gaza. Todos os espetáculos foram dirigidos pelos professores da Escola de Teatro.
Ao final do festival trouxemos para Primavera do Leste o seguinte resultado:

Categoria Infantil:
1° Lugar – Lenga, Lenga nos Ataiar – Polo Tuiuiu
3° Lugar – A Bruxa – Polo Centro Cultural

Categoria Infanto-Juvenil
1° Lugar – Oito Passos e Duas Rodas – Polo Cras Mabília Furtado
3° Lugar – O Caixeiro Viajante – Polo Centro Cultural

Categoria Juvenil
1° Lugar – GAZA – Polo Centro Cultural

Além dos prêmios destaques:
Atriz Destaque: Caroline Gonçalves Santos (A Bruxa), Ana Paula Maciel (O Caixeiro Viajante)
Ator Destaque: Gabriel Gomes (Oito Passos e Duas Rodas)

Melhor Direção: Hiago Gonçalves e Daniel Fábio 


Espetáculo: Lenga, Lenga nos Ataiar
Polo Escola Nossa Senhora Aparecida





Espetáculo: A Bruxa
Polo Centro Cultural - Turma I 




Espetáculo: Oito Passos e Duas Rodas
Polo Cras Mabília Furtado 





Espetáculo: O Caixeiro Viajante 
Polo Centro Cultural - Turma III




 



Espetáculo: GAZA
Polo: Centro Cultural - Turma IV 










Polos: Escola 13 de Maio, Centro Cultural e Cras Ivone Agnes




ACONTECEU O 13º FETRAN EM PRIMAVERA DO LESTE
Os alunos do polo 13 de maio foram calorosamente recebidos pelo público

 Professora: Edilene Rodriguez 

O polo de teatro da Escola 13 de Maio levou para 13º FETRAN – Festival de Teatro Temático para o Trânsito, os espetáculos Confissão e Furufonfon. O espetáculo “Confissão” conta a história de umas freiras que cometem muitas infrações no transito como furar o sinal vermelho, levar crianças a mais do lar no carro e sem o cinto de segurança, entre outras infrações. O Padre Francisco então resolve chamar o Santinho, o faxineiro da Igreja para se fingir de Deus e tentar conscientizar as freiras. Essa dramaturgia foi inspirada no filme “Mudança de Hábito”. Já o espetáculo “Furufonfon” conta a história de dois palhaços, Dona Redonda e Farinha. Os dois tem um circo e eles conscientizam as pessoas através do número domador de motoqueiros. A aluna Bianca que interpretou a Dona Redonda no espetáculo Furufonfon disse: “Foi a primeira vez que eu apresentei teatro, é muito bom ficar em cima do palco, eu quero sentir essa sensação mais vezes”.
Os alunos estiveram envolvidos na construção do cenário, do figurino e do elemento de cena do espetáculo deles. Durante o processo de finalização do espetáculo, os alunos continuaram o processo de criação através de jogos dramáticos e teatrais, além dos alongamentos e dos exercícios de voz. Trabalhando sempre a densidade, o peso do corpo, a velocidade e as dificuldades de alongamento, contemplando todas as partes do corpo.
Agora, os alunos retomam o processo de jogos teatrais e pesquisa para o próximo espetáculo que será apresentado no Festival Velha Joana.








ALUNOS DO CENTRO CULTURAL PARTICIPAM DE FESTIVAL
Os alunos falaram de transito de uma maneira diferente

 Professora: Edilene Rodriguez 

A turma I do polo do Centro Cultural da Escola de Teatro Faces encantou o público presente no 13º FETRAN – Festival Temático de Teatro para o Trânsito. Formigas invadiram o espaço do Cine Teatro Vila Rica contando uma história sobre a segurança e a importância de ser uma pessoa prudente no trânsito. Na história as formigas paravam de fazer suas funções no transito, deixando-o inutilizável, assim, estavam perdendo formigas por conta da sua imprudência. Elas perceberam que para mudar a situação era preciso mudar seus hábitos também. O espetáculo Formigalopoles contou com oito atores em cena, e uma sonoplastia feita por um aluno que tocava Carron, o qual arrancou elogios dos jurados presentes.
Além do espetáculo Formigalopoles, o espetáculo O Vozinha também da turma I do Centro Cultural, emocionou o público com a história de uma menina e sua avó. Com cenário feito de pipas de pano remendado e pipas gigantes que faziam referência ao semáforo no transito, o espetáculo contava com uma arvore de galhos secos com cartas, a qual trazia para o universo teatral todas as memorias da menina com a sua avó.







CRAS IVONE AGNES PARTICIPA DO FETRAN
Os espetáculos Abelhinha e O Show fizeram as honras da instituição


  Professora: Edilene Rodriguez 

A turma do espetáculo Abelhinha era a segunda vez que estava participando do festival. O espetáculo Abelhinha conta a história de uma menina que é escolhida para ser a abelha de uma peça de transito sendo assim, motivo de riso na turma. Entre os ensaios do espetáculo como preparação para o festival, os alunos tiveram como suporte jogos cooperativos, lúdicos, individuais e coletivos para que pudessem construir suas personagens para o espetáculo. Os alunos ajudaram a fazer a luminárias do espetáculo, assim como os outros elementos cênicos do mesmo, como a abelha gigante, a coroa, pintar os cubos, entre outros. Apresentar no festival para elas foi muito satisfatório e divertido, apesar do frio na barriga nas primeiras cenas. Segundo a aluna Maria Angélica, as suas mãos não tremeram de frio que a personagem passava em cena e sim, de frio na barriga e medo de errar.
Já no espetáculo O Show, todos os alunos eram iniciantes, eles estavam fazendo teatro pela primeira vez. A emoção misturada com o nervosismo deles não o prejudicaram em cena. Todos estavam seguros do texto e do que tinha que fazer, e se divertiram disse o avaliador Ricardo. Comentaram também sobre a inclusão social, pois na peça dois meninos índios estavam presentes e esses encantaram o público e os avaliadores.

Essas duas turmas agora se preparam para apresentar o espetáculo Mãe Coragem, premiado no Festival de Teatro Velha Joana de 2015 para o Circula Velha Joana 2016 que acontece nos meses de Junho e Agosto. 





Polo Centro Cultural - Turma II

Sobre os espetáculos realizados com a turma II!


                  Os professores Dionathan Pessoni e Darci Junior que estão juntamente a frente de duas turmas no centro cultural montaram os espetáculos:


            Corujinha
                Que conta a historia de uma menina de 07 anos que estava na garupa da moto do pai, segurando seu ursinho de pelúcia preferido, quando o acidente aconteceu sua amiga da escola ficou sabendo da história e desde então sonha com isso todas as noites, ela não sabe como foi, mas imagina, e esse sonho a persegue, todos os dias antes de dormir, sua amiga se foi e ela nem conseguiu se despedir, deixando apenas sua corujinha como lembrança.



          O Homem vai a Rua

               Ao meio de protestos, lançamentos de filmes, aparelhos eletrônicos e tudo que há de moderno uma pessoa quer conversar diferente, ela quer falar e melhorar o trânsito, mas só ela se importa com isso, só ela vai à rua para essa discussão, porém todos acham mais convenientes habitar outro planeta do que melhorar o trânsito na situação em que se encontra.




Polo de Teatro Centro Cultural

Sobre o espetáculo!

Turma I
        “Ser Cego ou não ser? Eis a questão”


                  No Centro Cultural os professores Dionathan Pessoni e Edilene Rodriguez realizaram a montagem do seguinte espetáculo “Ser Cego ou não ser? Eis a questão” que fala sobre uma rádio onde conta diversas histórias de acidentes de trânsito, cuja principal historia fala de vários jovens que estavam voltando de uma festa onde tinham bebido e pegam a estrada, então no caminho eles se chocam com um senhor já de idade que estava indo buscar sua família no campo e levar para a cidade de volta. Mas eles se encontram no caminho, os jovens invadem a contra mão e acabam colidindo um com o outro, os jovens disseram não ter visto nada, como se estivessem cegos, porem pessoas vieram a falecer neste acidente. 

Professores: Edilene Rodriguez
Dionathan Pessoni 





 

(c)2009 Ponto CENPRO Faces de Cultura. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger